Notícias

APÓS RECORDE HISTÓRICO, AUMENTO DE CUSTO AMEAÇA RITMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL

Incorporadora bateu todos os seus recordes de vendas no ano passado, e estima que vai bater novos recordes neste ano, quando deve fechar vendas de 1,7 bilhão de reais em lançamentos de imóveis residenciais e de escritórios.

Mas o diretor da empresa diz que está muito preocupado com a variação brusca de preços de materiais de construção civil como aço, cobre, PVC e alumínio.

Nos três primeiros meses, a variação do preço de alguns insumos chegou a 30% e a empresa já está revendo planilhas e prevê aumento de preços no próximo ano. “Para este ano estamos bem posicionados, mas já estudamos reformular produtos e notamos que alguns terrenos se tornam inviáveis”, e continua “Novas aquisições só se viabilizam com o preço novo”.

O Diretor diz que o ritmo da construção civil também poderá ser afetado e diz que já afetou a faixa econômica, como imóveis da Casa Verde Amarela que tem limites de preço.

Fonte: Veja

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Rolar para cima